Youtube Twitter Facebook Instagram

Segunda-Feira - 21.01.2019

O calor retorna a Santa Catarina nesta semana


MÍNIMA: 17º - MÁXIMA: 31º

Diário Rio do Peixe

Segunda-Feira - 21.01.2019

O calor retorna a Santa Catarina nesta semana


MÍNIMA: 17º - MÁXIMA: 31º

Colunistas

Poluição por nitrogênio no solo sobe 60% em 20 anos na China

21/02/2013 - 00:00:00
Charles Seidel

  Um artigo da revista Nature demonstrou que o nitrogênio depositado no solo da China cresceu cerca de 60% em duas décadas, como consequência do uso de adubos agrícolas e de poluição emitida por indústrias, aponta um estudo publicado no site da renomada revista "Nature", nesta quarta-feira (20).

  De acordo com os cientistas, a deposição anual de nitrogênio no solo chinês subiu de 13,2 kg por 10 mil m², em 1980, para 21,1 kg por 10 mil m² (ou 01hectare) em 2000. O nitrogênio depositado provém na maior parte de emissões na atmosfera, que cresceram muito com a atividade industrial crescente da China, apontam os pesquisadores.

                   

Indústrias liberam poluentes no ar no centro da cidade de Urumqi, na China (Foto: Divulgação/Liu Xuejun/"Nature")

 O estudo foi elaborado por cientistas da Universidade Stanford, nos EUA, da Universidade de Hohenheim, na Alemanha, da Universidade Vrije de Amsterdã, na Holanda, e da Universidade de Agricultura da China, entre outras instituições.

  Segundo os pesquisadores, a presença excessiva de nitrogênio tem consequências nocivas para o ambiente e a saúde das pessoas. Em níveis elevados, a substância pode causar acidificação e salinização do solo, reduzir o crescimento das plantas, levar à perda de biodiversidade e poluir águas de rios e lagos.

  "O rápido crescimento econômico da China levou a altos níveis de emissão de nitrogênio ao longo das últimas décadas", disse o pesquisador Zhang Fusuo, co-autor do estudo.

  "A China e outras economias estão enfrentando um desafio contínuo de reduzir as emissões de nitrogênio, a deposição de nitrogênio, e seus efeitos negativos", afirma o texto da pesquisa publicada pela "Nature".

  O crescimento anual de deposição foi de 0,41 kg de nitrogênio para cada 10 mil m² de solo(ha) desde 1980 até 2010, segundo os pesquisadores.

  Em alguns cultivos aqui no Brasil, a situação pode ser comparável, principalmente em se tratando de resíduos de adubos. Podemos afirmar que essas dosagens de nitrogênio são até pequenas se considerarmos a quantidade de nitrogênio utilizado na olericultura. Por exemplo, na cultura do tomate, apesar de ser recomendado até 150kg N/ha, existem situações práticas onde os produtores usam em torno de 300kg de N/ha. Tal dosagem, mal manejada, pode causar sérios problemas de acúmulo nos solos e na água. Portanto tais atitudes devem ser bem pensadas, assim como, é importante redobrar o cuidado com os mananciais de água próximos a esses plantios. Além disso, o uso de dejetos líquidos de animais em grande quantidade (acima de 50 m3/ha) por serem muito fluídos, também são potencialmente poluidores das águas.

Previsão do Tempo

Temporais com chuvas isoladas ainda podem ocorrer até a madrugada de sexta-feira, com diminuição de temperatura neste final de semana

Sexta-feira (22/02): Na madrugada e manhã de sexta-feira ainda ocorre chuva em algumas regiões, mas no decorrer do dia a instabilidade diminui. O tempo melhora com aberturas de sol e diminuição de temperatura no Oeste e Meio Oeste, devido à chegada de uma massa de ar mais seco e um pouco mais frio, mas permanece com variação de nuvens que alternam com aberturas de sol e chuva isolada

Sábado e Domingo (23 e 24/02): Tempo estável com sol entre poucas nuvens. A princípio não devem ocorrer chuvas. Temperatura mais amena e agradável na manhã de sábado, em elevação no restante do período.

Segunda-feira (25/02): Presença de sol em todo o Estado de SC, com chuva a partir da tarde devido ao calor e à aproximação de uma nova frente fria. Temperatura em elevação. Vento de nordeste e norte fraco a moderado com rajadas.

Tendência de 26/02/2013 a 08/03/2013

  Neste período a chuva deve continuar ocorrendo com frequência em SC, preferencialmente em forma de pancadas entre a tarde e noite e por vezes na madrugada, associadas ao calor e deslocamento de sistemas meteorológicos. No dia 26/02, uma nova frente fria deve passar por SC, provocando chuva volumosa em algumas regiões e temporais isolados. Com a chuva prevista para última semana de fevereiro, o mês deve terminar com chuva acima da média em boa parte do Estado.

Fonte: Adaptado de Epagri/Ciram

Charles Seidel

Eng. Agrônomo, Prof. Universitário. M.Sc. Engª Agrícola. Gestão da água, climatologia e agroeocologia

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2019. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.