Youtube Twitter Facebook Instagram

Quinta-Feira - 21.03.2019

Início do Outono às 18h58min (Hemisfério Sul)


MÍNIMA: 16º - MÁXIMA: 26º

Diário Rio do Peixe

Quinta-Feira - 21.03.2019

Início do Outono às 18h58min (Hemisfério Sul)


MÍNIMA: 16º - MÁXIMA: 26º

Colunistas

Quem é ele?

Esta é a minha opinião ou como costumo dizer: SÓ ACHO!

23/10/2018 - 01:42:39
José Luís de Castro

Suspendeu a UPA24H por 2 anos (pelo menos), sem dia para entrar em funcionamento;

Paralisou o novo terminal rodoviário urbano de Videira por 90 dias que virou meio ano, até ter fundamento técnico para a sua intenção;

Na paralisação dos caminhoneiros emitiu um Decreto de calamidade pública (único no estado), uma vergonha para SC;

Contratou um estudo de mobilidade urbana por 500mil sem processo licitatório, até agora sem qualquer resultado final positivo para os munícipes;

Beneficiou por Decreto o ajuste dos preços públicos de estacionamento rotativo com acréscimo irregular e ilegal de 100% e, depois da intervenção do Ministério Público, revogou esse ato administrativo (ainda sem devolver a dinheiro a maior aos usuários desse serviço municipal);

Mandou a Casan embora, criou a autarquia Visan e chamou a empresa Atlantis Saneamento com dispensa de licitação para um gasto público de mais de 3,5 milhões até final do ano;

Mandou construir casa mortuária em bairros do município, será que respeita mais os mortos que os vivos?

Alterou a obra de construção do novo terminal rodoviário de Videira para alocar o espaço a outros fins (e, com isso, novas datas para sua conclusão);

Ao assumir o abastecimento de água rompeu com bombas e o sistema ficou desregular e um total descaso (bairros sem água potável e permanente vai para mais 50 dias);

Mandou ir e vir 5 caminhões pipa para fornecimento de água nos pontos altos e criticos sa cidade;

Criou comissões e estudos urbanísticos e outros sem qualquer produto final à vista, até presente data, sequer na revisão do plano diretor;

Esqueceu-se de muitas das promessas eleitorais que fizera, conforme vem sendo cobrado pelos seus votantes que se afastam do mesmo a passos largos;

Apoiou a reeleição de um deputado estadual que não se elegeu (e obteve poucos votos na cidade) e um candidato a governador do estado que certamente perderá o segundo turno;

No campo da agricultura sequer tratou das vias de circulação e acesso dos pequenos, médios ou grandes agricultores;

Conseguiu alterar os horários de funcionamento do comércio e com isso veio para cá a Havan e outros estão a caminho;

Fala muito em gestão responsável e cuidadosa mas a teoria afasta-se muito da prática, demonstrando que administrar no setor público não é fácil sequer é para qualquer um;

Enfim, só se ouve dizer que o povo está farto e contando os dias até 2020 para 'correr' com essa promessa de executivo.

O tempo dirá se tenho razão ou não, mas acho que, como estão as coisas, a atual administração municipal dificilmente se reelegerá, tampouco terá maioria de membros na câmara de vereadores.

Esta é a minha opinião ou como costumo dizer: SÓ ACHO!

José Luís de Castro

Advogado / Lawyer and Senior International Advisor (especialista em Direito Europeu e Direito Público e da Energia)

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2019. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.