Youtube Twitter Facebook Instagram

Quinta-Feira - 23.05.2019

De hoje a sexta-feira encoberto com chuva e vento forte em SC


MÍNIMA: 15º - MÁXIMA: 20º

Diário Rio do Peixe

Quinta-Feira - 23.05.2019

De hoje a sexta-feira encoberto com chuva e vento forte em SC


MÍNIMA: 15º - MÁXIMA: 20º

Colunistas

Operação Patrola denuncia prefeitos

PENSATA Pergunta: Se a pessoa é denunciada pelo Ministério Público ela não devia ter recebido a propina. Ou estão escondendo alguém

09/09/2016 - 10:44:38
Osni Ribeiro Mello

A Operação Patrola, que investiga 101 prefeituras de Santa Catarina, inclusive Caçador, continua rendendo. A investigação, que contou com a participação dos núcleos do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) e a colaboração premiada de envolvidos, já ajuizou 42 ações criminais.

Na última movimentação do processo 14 prefeitos em mandato, entre eles Wilmar Carelli de Videira (PMDB), e 29 ex-agentes públicos, entre eles ex-prefeitos e ex-secretários municipais, cinco empresários, sete vendedores, foram denunciados na quarta-feira (31/8) no Tribunal de Justiça (TJ) e aguardam análise quanto ao recebimento da denúncia.

A força-tarefa do GAECO continua analisando diversas licitações, muitas delas com provas contundentes do pagamento de propina a agentes públicos. Lembrando que até o momento já foram denunciadas pessoas ligadas as administrações dos seguintes municípios:

Abdon Batista, Águas de Chapecó, Alto Bela Vista, Caçador, Campo Belo do Sul, Capinzal, Celso Ramos, Cerro Negro, Chapecó, Concórdia, Cordilheira Alta, Coronel Freitas, Coronel Martins, Fraiburgo, Ibiam, Iomerê, Irani, Irineópolis, Itá, Mondaí, Palmitos, Papanduva, Pinheiro Preto, Planalto Alegre, Princesa, Santa Terezinha do Progresso, São Bernardino, São Cristóvão do Sul, São José do Cerrito, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Serra Alta, Tangará, União do Oeste, Vargem Bonita, Videira, Xavantina, Xaxim e Zortéa.

Moacir quer explicações sobre PA

O vereador Moacir D’Agostini (DEM), que há poucos dias teve problemas no Pronto Atendimento (PA) com uma das atendentes do serviço, fez um requerimento pedindo informações para a Administração Municipal. Moacir pediu uma relação com os nomes dos servidores que trabalham no PA, quem é concursado e quem é contratado, o horário de trabalho dos servidores e também como é feito o controle do ponto.

O pedido tem a finalidade de elucidar os fatos ocorridos quando o vereador visitou o PA e não havia ninguém para receber os pacientes. Neste dia o vereador chegou a ser confrontado pela atendente que estava na portaria, mas de acordo com ela fazendo um favor por que seu trabalho era no administrativo e seu horário de trabalho até as 19h.

 Como faltavam dez minutos para finalizar o horário de trabalho o vereador cobrou da servidora o cumprimento do horário e está afirmou que estava de saída por que tinha “faculdade”. O vereador ficou mais algum tempo no local, as pessoas começaram a ser atendidas e ele foi embora. Soube depois que a atendente chamou a polícia e fez um Boletim de Ocorrência.

Prefeitura vai leiloar veículos e terrenos para pagar dividas

O prefeito Beto Comazzetto (PMDB) enviou para Câmara de Vereadores de Caçador o Projeto de Lei Ordinária 30/2016 pedindo autorização para realizar o leilão de 13 veículos e 18 imóveis (terrenos). Os recursos financeiros advindos do leilão, serão utilizados para pagamento de dívidas junto ao Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos Municipais de Caçador (IPASC).

No leilão serão comercializadas pelo preço de avaliação veículos de passeio e veículos de trabalho (caçambas, tratores) e terrenos em diversos bairros de Caçador nos valores entre R$ 40 mil e R$ 310 mil. O Projeto de Lei em tramitação está em regime de urgência. Os bens móveis e imóveis constantes na lista serão levados a leilão, conforme preceitua a Lei Federal nº 8.666, de 21/06/1993 pelo preço mínimo de avaliação.

Inquérito Civil

O Ministério Público está instaurando um inquérito civil para apurar a contratação dos serviços do médico Nadir Bica Pereira pela Prefeitura Municipal de Caçador. Nadir trabalhou em Caçador no ano de 2014.  

Queimando a língua

No debate que teve há pouco na Câmara de Vereadores o prefeito Beto Comazzetto (PMDB) criticou seu adversário Saulo Sperotto (PSDB) por ter vendido todas as máquinas da prefeitura e realizado os serviços sob o regime de terceirização. O prefeito devia escolher melhor as palavras, pois ele está tendo que vender parte do patrimônio dos caçadorenses, máquinas e imóveis que podem fazer falta para prefeitura. Do tipo permuta com algum imóvel que é necessário para a efetivação de um projeto, ou até mesmo para implantação de projetos. Tudo para saldar dívidas.

Veto

Pelo jeito as coisas não andam nada bem no PMDB de Caçador. Do contrário por que o prefeito Beto Comazzetto (PMDB) aplicaria um Veto Total ao projeto de autoria da vereadora Glacy Cardoso, que é do seu partido. Ainda mais, que corre o risco de ficar mal visto pelos parentes e amigos da homenageada Marinei Aparecida Lopes, que daria nome a Centro de Educação Infantil do Bairro Nossa Senhora Salete. Lembrando que o projeto foi aprovado pela Câmara de Vereadores em 9 de agosto de 2016.

Professor temporário na Apae

Acontece nesta sexta-feira (9), a escolha de vaga para professor temporário (ACT) para atuar no âmbito da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), na APAE de Caçador. A chamada pública será na Gerência Regional de Educação (Gered) na ADR, a partir das 14 horas. A vaga disponível é de professor titular de sala de aula 20 horas no período vespertino. O pré-requisito é ter formação em Educação Especial ou Pedagogia.

Boca no Trombone

Osni Ribeiro Mello

Olá, eu sou Osni Ribeiro Mello, jornalista, administrador de empresas e Engenheiro Civil. Depois de ter passado pelos jornais: Gazeta Sul, Folha da Cidade e Informe e por todas as editorias. Atividades que consumiram 15 anos de minha vida e me deram muita experiência, resolvi que muito mais que dar a notícia eu apontaria os erros e as soluções. Pronto, virei colunista e instantaneamente odiado por escrever demais. De qualquer forma o portal www.diarioriodopeixe.com.br e o Jornal Extra resolveram apostar numa coluna de informações políticas e aqui estou tentando consertar o mundo e levando as notícias com uma pitada de humor e senso critico. Também mantenho o osnirmello.blogspot.com.br, blog onde divulgo as ideias que podem mudar o nosso mundo, ou não.

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2019. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.