Youtube Twitter Facebook Instagram

Sábado - 21.10.2017

Tarde e Noite:Encoberto com chuva na região meio-oeste de SC


MÍNIMA: 15º - MÁXIMA: 22º

Diário Rio do Peixe

Sábado - 21.10.2017

Tarde e Noite:Encoberto com chuva na região meio-oeste de SC


MÍNIMA: 15º - MÁXIMA: 22º

HOMICÍDIO

Homem é condenado a 12 anos em Capinzal

Ian Miguel da Silva de Souza, de 20 anos, foi condenado pela participação no assassinato de Cidy Amaral da Costa, de 26 anos

12/08/2017 - 10:11:05 - Atualizada em 13/08/2017 - 14:53:02
Rádio Capinzal

O jovem Ian Miguel da Silva de Souza, 20 anos, foi condenado nesta sexta-feira (11) à pena de 12 anos de prisão pela participação no assassinato de Cidy Amaral da Costa, 26 anos, vulgo “carioca” ocorrido em junho do ano passado em uma residência no centro de Capinzal.

Ian deverá cumprir à pena no regime inicial fechado. Outros dois acusados, Marcelo Mauri de Mattos e Fernando Silva Teixeira, foram julgados no dia 1º de junho e condenados a pena de 13 e 15 anos de prisão, respectivamente, em regime fechado. A advogada de Ian recorreu da decisão preliminar e não oportunidade o jovem ficou de fora da sessão de julgamento.

O julgamento iniciou às 9h e encerrou às 14h30min no Plenário da Câmara de Vereadores. Os trabalhos foram conduzidos pelo juiz Daniel Radünz. Na acusação a Promotora de Justiça, Karla Bárdio Meirelles e na defesa a advogada Juliane Perotoni.

Crime

De acordo com os autos, o acusado Fernando Teixeira teria oferecido duas pedras de crack para atrair Cidy Amaral da Costa (Carioca) até o local do crime. Marcelo Mauri de Mattos, armado com uma barra de ferro, desferiu golpes nas costas da vítima. Carioca ainda teria sido agredido a socos e chutes até perder a consciência. As agressões seguiram, inclusive com golpes de faca, até a vítima não resistir.

Conforme a cronologia da equipe de investigação da Polícia Civil, à época coordenada pelo Delegado Ricardo Saroldi, o crime ocorreu no dia 20 de junho de 2016. O corpo foi encontrado no dia 27 e os suspeitos presos no dia seguinte. Além de Iam, um adolescente de 17 anos também participou do crime e está recolhido em um centro socioeducativo.

© 2011 - 2017. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.