Youtube Twitter Facebook Instagram

Sexta-Feira - 22.06.2018

Temperatura amena em boa parte das cidades de SC


MÍNIMA: 11º - MÁXIMA: 20º

Diário Rio do Peixe

Sexta-Feira - 22.06.2018

Temperatura amena em boa parte das cidades de SC


MÍNIMA: 11º - MÁXIMA: 20º

CONCÓRDIA

Prefeitura emite nota sobre a polêmica do carro

Vereadores publicaram indagações sobre ações não feitas ao longo do ano pela atual administração

13/03/2018 - 14:54:53
Diário Rio do Peixe

Vereadores Edno Gonçalves e Closmar Zagonel publicaram nas redes sociais indignação com aquisição de automóvel por parte da Administração Municipal de Concórdia no valor de R$ 138 mil. Confira a postagem dos vereadores. Durante a manhã, prefeitura emitiu uma nota explicando que a compra do veículo se fazia necessário (leia abaixo).

Gonçalves e Zagonel publicaram, em seus perfis, indagações sobre ações não feitas ao longo do ano pela atual administração. Veja:

"A atual administração da Prefeitura Municipal de Concórdia que em mais de um ano de gestão pública NÃO conseguiu:

1- realizar uma obra 

2- Abrir a UPA (prefeito disse que tem custo elevado); 

3- abrir CMEI do bairro Frei Lency (obra pronta e abandonada a mais de um ano);

4- ESF do Distrito de Planalto;

5- diminuir a falta de medicamento na farmácia municipal;

6- reduzir a fila dos exames;

Mas realizou a compra de um veículo Chevrolet Equinox 2018 de R$ 138.000,00 (cento e trinta e oito mil reais)"

A Administração Municipal, através da assessoria de comunicação confirma a aquisição: "a licitação já foi homologada e o veículo já foi entregue, está na garagem da prefeitura, aguardando a liberação do seguro. Os recursos são do gabinete do prefeito, mas o veículo será usado pelo prefeito e pelo vice".

Nota

O automóvel Equinox da Chevrolet, adquirido pelo gabinete do prefeito no valor de R$ 138,9 mil, segue todas as características e tem valor equiparado - se calculada a correção - da Captiva, também da Chevrolet (custou R$ 109,8 mil em 2009), comprada pelo antigo governo e deixada de forma inservível para a atual gestão. Como o veículo deixado não tinha condições de rodar e o custo do conserto chegava bem próximo ao valor de tabela do bem, o prefeito Rogério Pacheco passou os últimos 14 meses utilizando o veículo próprio e um cedido pelo Procon.

Como o veículo do gabinete do vice-prefeito, um Linea da Fiat, havia sido leiloado em novembro de 2016 - sendo que o valor de tabela era R$ 26,7 mil e foi vendido por R$ 13 mil ao filho de um dos diretores do antigo governo -, um mês antes da antiga gestão deixar o governo, o vice-prefeito também precisou se utilizar de veículos emprestados de secretarias, bem como seu veículo próprio para trabalhar. Assim, com economias feitas no último ano, o gabinete do prefeito fez a aquisição de, para o uso em conjunto.
A atual Administração Municipal recebeu uma frota de veículos com muitos problemas e aos poucos está providenciando a substituição e ampliação. Dentro da atual gestão foram adquiridos 23 veículos. Além da compra do gabinete, foram entregues dois carros para a Polícia Militar, três para a Saúde, um para os Bombeiros Voluntários, três para Agricultura, um para Educação, um para o Transportes e 11 para Urbanismo e Obras, sendo cinco direcionados ao trânsito.


© 2011 - 2018. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.