Youtube Twitter Facebook Instagram

Quarta-Feira - 20.03.2019

Início do Outono às 18h58min (Hemisfério Sul)


MÍNIMA: 16º - MÁXIMA: 26º

Diário Rio do Peixe

Quarta-Feira - 20.03.2019

Início do Outono às 18h58min (Hemisfério Sul)


MÍNIMA: 16º - MÁXIMA: 26º

Colunistas

Vereador questiona terceirização do Raio X em Caçador

PENSATA O pessoal fala que é perigoso ser policial no Rio de Janeiro. Perigoso é ser cidadão.

14/03/2019 - 15:22:52
Osni Ribeiro Mello

Raio X

O vereador Paulo Jarschel (MDB) solicitou informações sobre abertura de licitação para a terceirização de serviços de Raio X utilizado na Unidade do Pronto Atendimento. Se houve, quer saber quais empresas participaram, a data de abertura e fechamento da licitação, assim como a empresa vencedora. O vereador disse que há informações de que uma empresa está atuando no local e outras empresas da área da saúde reclamaram que não participaram do certame pois não ficaram sabendo da licitação. O objetivo do Vereador é buscar saber se houve realmente a licitação e se foi dado publicidade ao ato.

Médicos

O vereador Marcio Farrapo (MDB) sugeriu que a prefeitura coloque a disposição um clínico geral e um pediatra para atuarem nas Unidades de Saúde dos Bairros Rancho Fundo e Dos Municípios. O vereador também solicitou que sejam construídas mais duas salas de atendimento na UBS do Rancho Fundo visando melhorar as condições de trabalho dos profissionais e o atendimento à comunidade. “No Rancho Fundo, por exemplo, o atendimento médico acontece apenas de segunda a quinta-feira pela manhã, ficando desassistidas todas as tardes. No Bairro dos Municípios o atendimento também não acontece nos dois períodos. O pediatra é outro pedido que a população nos fez e que estamos cobrando do Executivo”, explica.

Expo Caçador

Será realizado no dia 22 de março, na Câmara de Vereadores, às 19h30, o lançamento da ExpoCaçador 2019. Na oportunidade será apresentada a estrutura da festa, as atrações da festa e os eventos paralelos que serão realizados pelas entidades participantes. A ExpoCaçador será realizada de 15 a 18 de maio de 2019.

IPTU

O Vereador Paulo Jarschel (MDB) quer que o Executivo informe quanto arrecadou com o IPTU nos anos de 2017 e 2018, e qual o percentual de aumento na arrecadação no ano passado após a aprovação do Programa de Estímulo ao Pagamento do referido imposto. O parlamentar ainda solicitou a tabela constando a quantidade de contribuintes dos referidos anos, e a diferença de arrecadação entre os dois períodos.

IPTU 1

Segundo Jarschel, após a Câmara a provar a Lei de Incentivo ao pagamento em dia do IPTU, a Prefeitura sorteou vários prêmios aos contribuintes, no entanto, o Poder Legislativo não obteve informações dos índices de arrecadações e se tal iniciativa incrementou a receita do Município. “Esse pedido busca sanar essa dúvida. Além disso, fizemos no ano passado uma indicação pedindo a isenção do IPTU para portadores de algumas doenças crônicas, e a resposta acabou não sendo positiva. Agora vamos esperar o retorno para analisar os números”, disse.

Municípios terão menos crianças e mais idosos

Um estudo elaborado pela Federação Catarinense de Municípios (FECAM), avalia que as metas e planos nacionais em educação precisam considerar os números que projetam o futuro.

Segundo o coordenador da pesquisa, um dos fatores mais impactantes é a redução de nascimentos, ocasionado por questões diversas nas próximas décadas. “É preciso considerar a redução da população para projetar matrículas nas escolas municipais, sendo que essa é a condição básica para determinar a quantidade de servidores que atuarão nas redes de ensino”, complementa Alison Fiuza.

De 2010 a 2017, 80% dos municípios catarinenses registraram queda no número de alunos em sala de aula na etapa de anos finais e ensino médio, o que sugere, a médio e longo prazo, estruturas compactas nas redes municipais e estaduais.

“A demanda de creches de hoje será a demanda de espaços de atendimento da terceira idade amanhã. Vamos ter que trocar o professor pelo cuidador de idosos”, destaca Ponticelli. Isso porque o estudo aponta mudança na pirâmide etária do Estado, em que, no ano de 2050, cerca de 25% da população terá idade superior a 65 anos enquanto que a população em idade escolar (anos iniciais, anos finais e ensino médio) terá diminuição de aproximadamente 24%.

O estudo mostra que, em 2017 eram 63.263 professores atuando nas redes públicas de ensino e a estimativa para 2050 é que o quadro seja de 49.055, apontando queda de 14 mil professores. “A obrigatoriedade de contratação efetiva de professores gera mais custos aos municípios e Estado, com possibilidade de professores ociosos que não poderão atuar em outras frentes no futuro”, acrescenta o presidente.

Conforme o estudo da FECAM, Santa Catarina passará de aproximadamente 439 mil (2010) para cerca de 2 milhões de habitantes (2050), o que representará acréscimo de mais de 1,6 milhões de pessoas na faixa etária acima de 65 anos, fruto de melhores condições e qualidade de vida. Também, como projeção para 2050, o Estado teria 15% da população com idades entre 5 e 19 anos, cerca de 24% a menos que no ano de 2010, algo em torno de 166 mil pessoas a menos nessa faixa etária. “Precisamos que sejam revistas as metas e estratégias com certa urgência, não comprometendo o futuro dos municípios”, acrescenta Ponticelli.

Além do economista Alison Fiuza, coordenador do estudo, o levantamento com o monitoramento das metas e estratégia do Plano Nacional de Educação (PNE) nos municípios catarinenses, é assinado pela consultora em educação da Federação, Professora Gilmara da Silva, e considera informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), Secretaria do Tesouro Nacional (STN), Educacenso, e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Cleony sugere mudanças no trânsito próximo ao Marcos Olsen

Durante a sessão ordinária desta segunda-feira (11) a Vereadora Cleony Figur (PSD) solicitou que o Executivo reavalie a proposta de trânsito nas imediações da creche do Marcos Olsen, na Vila Paraíso, sugerindo a retirada do ponto de ônibus em frente ao educandário, e as definições de vagas ao transporte escolar e para embarque e desembarque exclusivo aos pais.

A parlamentar explica que esteve monitorando o trânsito no local em horário de pico e percebeu a inviabilidade de algumas mudanças promovidas pela municipalidade, especialmente em frente a creche.

“Em conversa com o IPPUC fui informada que o planejamento das ações aconteceu antes da implantação do educandário, no entanto, há a necessidade de promover as adequações urgentes. Hoje temos o ponto de ônibus que ocupa uma grande parte do estacionamento e apenas três vagas para embarque e desembarque dos alunos levados pelos pais e do transporte escolar, que deveriam ser vagas separadas e ampliadas”.

“Temos naquela região dois serviços essenciais à população: saúde e educação, mas com o acesso inviabilizado com a proposta de trânsito que não condiz com a realidade atual”, completa.

Encontro da UDN

Recebo convite para o 1º Encontro Regional da União Democrática Nacional (UDN) Meio Oeste. O encontro será realizado no dia 16 de março, próximo sábado, às 19h, na Câmara de Vereadores de Caçador. O evento contará com a presença do presidente estadual da sigla, Dr. Júlio Lopes.

Vai mal

Os deputados Marcos Vieira (PSDB) e João Amin (PP), presidente e vice, respectivamente, da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da reforma da Ponte Hercílio Luz, não deviam apenas comunicar que receberam doações de campanha das empresas que estão reformando a ponte. Deviam abrir mão dos cargos que ocupam, para que não houvesse nenhum tipo de confusão em relação aos seus objetivos a frente do colegiado.

Royalties do petróleo

Após o senador Esperidião Amin (foto) enviar um ofício ao Ministro Dias Toffoli no mês passado, o processo que discute a demarcação da divisa oceânica entre Santa Catarina e o Paraná para fins de distribuição de royalties a título de indenização aos estados e municípios devido à exploração de poços de petróleo voltou novamente a pauta do Supremo Tribunal Federal. A data do julgamento ficou marcado para o dia 4 de abril. O Ministro Alexandre de Moraes pediu vista na sessão de 12 de dezembro do ano passado e, no dia 8 de fevereiro, devolveu os autos para o julgamento. Do Blog do Prisco.

Osni Ribeiro Mello

Olá, eu sou Osni Ribeiro Mello, jornalista, administrador de empresas e Engenheiro Civil. Depois de ter passado pelos jornais: Gazeta Sul, Folha da Cidade e Informe e por todas as editorias. Atividades que consumiram 15 anos de minha vida e me deram muita experiência, resolvi que muito mais que dar a notícia eu apontaria os erros e as soluções. Pronto, virei colunista e instantaneamente odiado por escrever demais. De qualquer forma o portal www.diarioriodopeixe.com.br e o Jornal Extra resolveram apostar numa coluna de informações políticas e aqui estou tentando consertar o mundo e levando as notícias com uma pitada de humor e senso critico. Também mantenho o osnirmello.blogspot.com.br, blog onde divulgo as ideias que podem mudar o nosso mundo, ou não.

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2019. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.