Youtube Twitter Facebook Instagram

Sábado - 15.12.2018

Fim de semana quente com pancadas de chuva em SC


MÍNIMA: 18º - MÁXIMA: 30º

Diário Rio do Peixe

Sábado - 15.12.2018

Fim de semana quente com pancadas de chuva em SC


MÍNIMA: 18º - MÁXIMA: 30º

Colunistas

Parque Industrial de Caçador

PENSATA Teremos um recorde de candidatos a presidentes da Alesc. Um sinal dos tempos. Um sinal da perda da governança do estado pelos partidões

06/12/2018 - 14:05:25
Osni Ribeiro Mello

Os vereadores Adriano Pares (PSDB) e Marcio Farrapo (MDB) pediram informação para a prefeitura sobre a possibilidade e legalidade de se instalar um parque industrial para pequenas empresas no Parque das Araucárias. O vereador Pares afirmou que o pedido vem de cobrança de empresários que necessitam de espaço e incentivo para a instalação de suas empresas. O vereador disse ainda que o Parque Industrial, que foi adquirido com recursos do município foi inviabilizado por que o prefeito anterior foi incompetente na escolha do terreno. Hoje embargado pelas leis ambientais.

Bancada contra

O prefeito Saulo Sperotto (PSDB) corre um sério risco de perder a sua bancada na Câmara de Vereadores no próximo ano. Tudo por que algumas questões relativas a sucessão da presidência da casa está sendo negligenciadas pelo prefeito.

Condomínios residenciais 

Os vereadores Rubiano Schmitz (PSD) e Marcos Creminácio (PDT) estão com razão quando criticam a administração municipal de Caçador por não viabilizar uma nova lei de parcelamento do solo, que viabilize a criação de condomínios urbanos e rurais. Observando que a cada iniciativa de empreendedores para a realização deste tipo de investimento, a Câmara de Vereadores tem que analisar o processo. Neste sentido estamos perdendo para Rio das Antas, que já possuiu uma legislação para o assunto.

Incentivos

A Câmara de vereadores aprovou esta semana incentivo de R$ 14.955,00 mil para a instalação do abatedouro Rossi em Taquara Verde. Até aí tudo bem. Acontece que o incentivo está para ser analisado, na prefeitura, desde 10 maio de 2018 e chegou na Câmara de Vereadores no dia 6 de novembro de 2018. Um tempo muito longo para o mundo que vivemos, onde cada dia desperdiçado representa um custo para a empresa e menos impostos para Caçador.

Moisés vende aviões

O governador eleito Carlos Moisés (PSL) disse que colocará à venda as aeronaves Embraer Carajá e Cessna Citation II, avaliadas em mais de R$ 2 milhões, que pertencem ao Estado. Aeronaves que custaram, em conservação e manutenção, mais R$ 14 milhões nos últimos quatro anos.

SC tem menor taxa de pobreza

Santa Catarina continua com o menor percentual de pobreza do país e ainda conseguiu reduzir o índice de 9,4% para 8,5% no último ano. Os dados, que colocam o Estado em uma posição privilegiada dentro do Brasil, constam na Síntese dos Indicadores Sociais, pesquisa de periodicidade anual divulgada nesta quarta-feira (5), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A situação de Santa Catarina é ainda mais confortável quando comparada com a média nacional de pobreza, atualmente na faixa dos 26,5%.

FHC: Bolsonaro prejudicará o Brasil se tomar partido entre EUA e China

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso adverte Jair Bolsonaro: se o presidente eleito romper com a tradição de independência da política externa do Itamaraty e optar pelos Estados Unidos na disputa com a China, irá prejudicar seriamente o Brasil. "O Brasil tem a vantagem de poder jogar com todos. É um erro tomar partido nesse momento", afirmou FHC na noite desta terça-feira (4).

FHC fez a declaração à jornalista Silvia Amorim de O Globo ao participar de um evento organizado pelo Instituto Renova BR, em São Paulo, para celebrar a eleição de 18 deputados federais pelo grupo de centro-direita, que tem apoio financeiro de grandes empresas nacionais estrangeiras (como GOL, Sem Parar, Kroll, PWC e outras).

Fernando Henrique disse que não conhece o futuro chanceler, Ernesto Araújo, e não quis comentar ideias do futuro ministro sobre um novo posicionamento do Brasil no mundo. O ex-presidente destacou que mais importante do que "intenções" são as atitudes: "Vamos ver o que ele vai fazer. Temos que parar de julgar intenções e ver o que vai fazer. A meu ver não deve se afastar daquilo que é essencial: o interesse nosso. Não é o interesse da China, dos Estados Unidos nem da Europa". Do Brasil 247.

Vereadores homenageiam Olmiro Sulzbach

Os vereadores de Caçador prestaram homenagem ao empresário e um dos pioneiros do comércio local, Olmiro Sulzbach, com um minuto de silêncio durante sessão ordinária desta terça-feira (4). Além disso, um requerimento de condolência assinado por todos os parlamentares foi aprovado durante a reunião.

Olmiro Sulzbach nasceu em 24 de janeiro de 1934, em Santa Rosa (RS). Filho de Antonio Miguel e Camila Sulbach era casado e pai de dois filhos. Trouxe o progresso para Caçador, na década de 50, quando foi trabalhar com o irmão na Casa Cima, aprendendo a consertar relógios e atuando por quatro anos.

Também trabalhou na Casa Suíssa. No ano 1954, abriu a consertaria de relógios e fábrica de joias Irmãos Sulzbach e Cia., situada na Rua Carlos Sperança. Tempos depois a sociedade foi desfeita e a loja mudou de nome para Safira. O comerciante contava que na época o capital de giro era um canivete e uma chave de fenda.

Em 1974, Sulzbach afastou-se dos negócios para investir na construção do Hotel Alcácer, deixando a esposa à frente da administração da Safira.

Em 2011, a Câmara Municipal de Caçador teve a oportunidade de homenageá-lo como um dos pioneiros do comércio caçadorense.

“O Poder Legislativo presta está justa homenagem ao empreendedor e amigo Olmiro Sulzbach, externando os sentimentos a todos os familiares e amigos que lamentam com sua partida”, destacou o Presidente Rubiano Schmitz.

 

O jogo da presidência

Ainda tem muito jogo para escolha do presidente da Assembleia Legislativa. O PR, do senador Jorginho Mello, tornou público que a candidatura que quiser os votos dos seus três deputados estaduais terá que ceder a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) – uma das mais poderosas da casa – além de uma vaga na mesa diretora. 

Ver para crer

Assim como os presidentes Temer, Dilma e Lula, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse nesta quarta-feira (5) que vai tirar do governo qualquer pessoa com denúncia robusta ou comprovação de ilicitude. “Em havendo qualquer comprovação ou denúncia robusta contra quem quer que seja do meu governo que esteja ao alcance da minha caneta Bic, ela será usada”, disse. A manifestação tem como alvo o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que é acusado de utilizar recursos de caixa 2.

 

 

Osni Ribeiro Mello

Olá, eu sou Osni Ribeiro Mello, jornalista, administrador de empresas e Engenheiro Civil. Depois de ter passado pelos jornais: Gazeta Sul, Folha da Cidade e Informe e por todas as editorias. Atividades que consumiram 15 anos de minha vida e me deram muita experiência, resolvi que muito mais que dar a notícia eu apontaria os erros e as soluções. Pronto, virei colunista e instantaneamente odiado por escrever demais. De qualquer forma o portal www.diarioriodopeixe.com.br e o Jornal Extra resolveram apostar numa coluna de informações políticas e aqui estou tentando consertar o mundo e levando as notícias com uma pitada de humor e senso critico. Também mantenho o osnirmello.blogspot.com.br, blog onde divulgo as ideias que podem mudar o nosso mundo, ou não.

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2018. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.