Youtube Twitter Facebook Instagram

Domingo - 22.07.2018

Massa de ar frio derruba temperaturas em SC


MÍNIMA: 5º - MÁXIMA: 16º

Diário Rio do Peixe

Domingo - 22.07.2018

Massa de ar frio derruba temperaturas em SC


MÍNIMA: 5º - MÁXIMA: 16º

Colunistas

Vereda dos Trevos

PENSATA O STF enfrenta um dilema kafkiano: tem problema para soltar algumas figuras na mesma medida em que enfrentar problemas para prender outras.

14/04/2018 - 15:35:40
Osni Ribeiro Mello

O vereador Jair Fernandes (PSDB) solicitou esta semana na Câmara de Vereadores que o executivo faça a reabertura do acesso ao Loteamento Vereda dos Trevos para os veículos que descerem sentido elevado do Tedesco/Ponte do D’Agostini.

Jair solicitou ao Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Caçador (IPPUC) que estude a possibilidade de edificar de um “trevo alemão” na Rodovia Municipal Honorino Moro, entroncamento com a Rua Ivete Zini, Bairro Bom Sucesso. “Este trevo alemão se assemelha aos que foram construídos frente às Bochas e próximo à empresa Lamipack, ou seja, os veículos que trafegarem pelo elevado poderão convergir à esquerda para acessar a Vereda dos Trevos”, justifica.

Para o Vereador esta medida irá corrigir um erro oriundo das obras da Travessia Urbana e que excluiu uma das entradas do Loteamento. “Hoje os moradores precisam se deslocar até o Monge João Maria para adentrar na comunidade, gastando tempo e combustível. Esta medida, simples e barata, vai amenizar este problema”, completou.

SC: Soluções inovadoras para a Segurança Pública

Para otimizar os gastos públicos, fazer mais com menos e garantir a qualidade do serviço prestado ao cidadão, é preciso pensar fora da caixa, encontrar soluções simples e inovadoras. Um importante passo nesse sentido foi a criação do Laboratório de Inovação em Segurança Pública, o HubSSP. Localizado no Centro Administrativo da Segurança Pública de Santa Catarina, em Florianópolis, o laboratório é um espaço colaborativo que difunde a cultura da inovação e promove parcerias entre governo, universidades e comunidade em geral.

"Discutimos problemas de Segurança Pública na esperança de encontrar soluções inovadoras. Não somente com os atores internos, mas também com a comunidade que recebe esses serviços e sente os problemas de segurança pública na carne", afirmou um dos coordenadores do HubSSP, major Fabiano Leandro.

Entre as atividades promovidas pelo laboratório estão eventos e palestras de sensibilização. No último dia 2 de abril, o HubSSP recebeu o engenheiro paulistano Alexandre Lima, que proferiu a palestra "Como o mundo está usando smartphones para ajudar no atendimento emergencial". Lima é cofundador da organização Garatéa, que propõe soluções para agilizar o atendimento de emergências médicas, uma iniciativa semelhante ao aplicativo Firecast Comunidade, do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

“A inovação é fundamental para garantir a economia dos países em desenvolvimento. Eu, como engenheiro, acredito que a tecnologia tem que estar alinhada à inovação. A referência que temos de Santa Catarina é que é um dos estados mais inovadores do Brasil. O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina é um pilar no atendimento a situações de emergência”, destacou Lima.

O HubSSP foi criado a partir da participação de servidores da Secretaria de Segurança Pública no HubGov, um programa promovido pela empresa WeGov que reuniu, em 2017, representantes de 14 instituições públicas para formar pessoas inovadoras no serviço público.
O espaço físico do laboratório conta com mesas de trabalho, livros relacionados à novação, painéis, telas para apresentações e exibições de vídeos, lápis coloridos e muitos post-its.

O laboratório utiliza a metodologia do design thinking para propor soluções. O coordenador major Leandro afirma que o HubSSP está aberto a qualquer pessoa da comunidade que quiser conversar ou iniciar um projeto em conjunto com a Segurança Pública.

Bolsonaro faz campanha com o seu dinheiro

Com passagens pagas pela Câmara dos Deputados, o pré-candidato a presidente da República Jair Bolsonaro (PSL-RJ) multiplicou por oito os gastos com viagens a estados fora da sua base eleitoral, em comparação com a legislatura anterior.

Em muitas das viagens, é acompanhado pelo filho deputado, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que costuma levar assessores da Câmara nos eventos. O contribuinte também paga diárias em hotéis para Eduardo e sua equipe. Juntos, pai e filhos gastaram R$ 520 mil em passagens e hospedagens.

Os números extraídos dos arquivos da Câmara revelam que a pré-campanha de Bolsonaro começou em 2015. Naquele ano, foram 24 deslocamentos, ao custo total de R$ 45 mil em passagens aéreas. Em 2016 houve uma redução, com 15 viagens e gastos de R$ 37 mil. Mas, no ano passado, o número de viagens voltou a subir: 19 cidades em 26 deslocamentos, com despesas de R$ 46 mil.

Somando com os eventos deste ano, foram 71 viagens, ao custo total de R$ 139 mil. Ele visitou pelo menos 28 cidades em 18 estados. No mandato de 2011 a janeiro de 2015, foram 16 viagens, com despesas de R$ 16,3 mil.

Chapa pronta

Diz a lenda que no evento que realizou em Lages para lançar a sua candidatura ao senado o ex-governador Raimundo Colombo (PSD) lançou a sua chapa dos sonhos para o governo do estado e para o senado federal. Paulo Bauer (PSDB) para o governo, Gelson Merísio (PSD) vice, Colombo e Esperidião Amim (PP) para o senado. PSB e demais partidos iriam de graça.

Bancada reduzida

O deputado Mario Marcondes (MDB), que esteve recentemente em Caçador e já foi tucano, disse que o seu ex-partido tem um problema grave a enfrentar nestas eleições. O partido não tem uma nominata de candidatos a deputado estadual com cacife suficiente para bancar uma candidatura com chapa pura. Uma aventura neste sentido poderia representar uma redução ainda maior na bancada do PSDB que hoje conta com quatro deputados. Por isso o PSDB precisa urgente encontrar um parceiro para empreitada e de preferência com candidatos fortes.

Ação de Hang não prospera 

A denúncia apresentada pelo empresário Luciano Hang à Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, foi arquivada durante reunião ocorrida nesta quarta-feira (11). Hang apresentou denúncia de quebra de decoro parlamentar contra os deputados Dirceu Dresch (PT), Luciane Carminatti (PT) e Cesar Valduga (PCdoB). O motivo seria o fato de os parlamentares terem participado de ato contra a sonegação fiscal e as reformas da previdência e trabalhista, realizadas em frente à unidade da Loja Havan, no centro de Chapecó, no dia 19 de fevereiro. "O real interesse desta ação descabida foi a tentativa do autor de chamar os holofotes para si mesmo, devido ao seu interesse eleitoral. Para entrar na política, ele precisa conhecer mais sobre democracia. O arquivamento da denúncia ressalta o compromisso dos deputados com a Constituição e o direito à livre manifestação", afirmou o deputado Dirceu Dresch.

Agiotagem 

No país onde falta dinheiro para saúde, educação, estradas e segurança, o Banco Itaú conseguiu reduzir, de R$ 160 milhões para 160 mil, a indenização por ação coletiva ajuizada pelo Instituto de Defesa do Cidadão. A sentença do Tribunal de Justiça do Paraná foi reformada pelo ministro Luís Felipe Salomão. A ação tinha por base a forma indiscriminada com que o banco oferecia produtos como cheque especial e cartão de crédito, contribuindo para situação de superendividamento em massa de consumidores. As informações foram divulgadas no Portal Jota. O endividamento do consumidor brasileiro corresponde a R$ 555 bilhões.

Pior para dirigir

O deputado estadual Kennedy Nunes (PSD) repercutiu matéria da revista Exame com ranking das piores cidades para dirigir no Brasil, elaborado pelo aplicativo Waze. “O Waze liberou o ranking com as piores cidades para dirigir no Brasil e a pior cidade para dirigir é Florianópolis, seguida de Manaus, João Pessoa, Belém e Vitória”, revelou.

Parcelamento de débitos

A Comissão de Finanças e Tributação da Alesc apresentou nesta quarta-feira (11), parecer favorável à Medida Provisória (MP) 216/2017, do governo do Estado, que institui o Programa Catarinense de Parcelamento de Débitos Fiscais (PPDF). O PPDF tem por meta promover a regularização de débitos tributários de inadimplentes ao Imposto sobre Operações de Circulação de Mercadorias (ICM) e ao Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Sobre Prestação de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação (ICMS).

Osni Ribeiro Mello

Olá, eu sou Osni Ribeiro Mello, jornalista, administrador de empresas e Engenheiro Civil. Depois de ter passado pelos jornais: Gazeta Sul, Folha da Cidade e Informe e por todas as editorias. Atividades que consumiram 15 anos de minha vida e me deram muita experiência, resolvi que muito mais que dar a notícia eu apontaria os erros e as soluções. Pronto, virei colunista e instantaneamente odiado por escrever demais. De qualquer forma o portal www.diarioriodopeixe.com.br e o Jornal Extra resolveram apostar numa coluna de informações políticas e aqui estou tentando consertar o mundo e levando as notícias com uma pitada de humor e senso critico. Também mantenho o osnirmello.blogspot.com.br, blog onde divulgo as ideias que podem mudar o nosso mundo, ou não.

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2018. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.