Youtube Twitter Facebook Instagram

Sábado - 22.09.2018

Fim de semana de sol e calor em Santa Catarina


MÍNIMA: 14º - MÁXIMA: 27º

Diário Rio do Peixe

Sábado - 22.09.2018

Fim de semana de sol e calor em Santa Catarina


MÍNIMA: 14º - MÁXIMA: 27º

Colunistas

Bauer também

PENSATA A justiça esteve bem eclética esta semana. Terão que se explicar Lula, Dilma, Bauer e até Delfim Netto. Mas a turma do planalto continua impune.

12/03/2018 - 00:21:26
Osni Ribeiro Mello

Um a um dos candidatos a candidato a governador de Santa Catarina vão se envolvendo com a justiça e queimando o filme. Esta semana foi a vez do senador Paulo Bauer (PSDB), que será investigado pela Procuradoria Geral da República sobre o suposto recebimento de R$ 11,5 milhões não-declarados para a campanha eleitoral de 2014, quando concorreu ao governo de Santa Catarina. A abertura de inquérito foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, na terça-feira (6). A decisão foi embasada na delação do ex-executivo da empresa Hypermarcas, Nelson José de Mello, no inquérito contra o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB).

Bauer também 1

O presidente do PSDB/SC, Marcos Vieira, emitiu uma nota sobre o assunto. “A Comissão Executiva Estadual do PSDB de Santa Catarina, em vista ao que está sendo noticiado pela imprensa, referente à prestação de contas da campanha eleitoral de 2014 do Senador Paulo Bauer, manifesta total confiança no homem que sempre exerceu e exerce cargos partidários e públicos com dignidade, transparência e lisura. O PSDB/SC é a favor de todo e qualquer tipo de investigação. Por fim, a Comissão Executiva Estadual mantém inalterado o propósito de ter candidato do PSDB ao Governo do Estado em 2018”. 

Com filtro (Valor Econômico)

Novidade entre as suspeitas de pagar propina, a paranaense J. Malucelli é suspeita de pagar R$ 183 mil a Delfim. Três endereços da empresa e um do executivo Celso Jácomel Júnior, foram alvos de mandados de busca e apreensão em Curitiba. A J. Malucelli pertence ao empresário Joel Malucelli e faz parte de um dos maiores conglomerados empresariais do Paraná. O grupo inclui o Paraná Banco e empresas de comunicação. Malucelli é filiado ao Podemos, nova denominação do antigo PTN, e próximo ao senador Álvaro Dias, pré-candidato à Presidência da República pelo partido. Há alguns anos, o empresário manifestou o interesse de disputar o governo do Estado.

SC isentará ICMS da autogeração de energia elétrica distribuída

Na terça-feira (7), em reunião com o deputado estadual Dirceu Dresch (PT), o secretário de Estado da Fazenda Paulo Eli afirmou que o governo catarinense fará a isenção da cobrança do imposto do ICMS da autogeração de energia elétrica, como a solar, cujo excedente produzido seja compartilhado na rede pública de abastecimento.

A adesão do Estado ao Convênio 16/15 será deliberada na próxima reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária, o Confaz, que ocorre no dia 3 de abril. Hoje, com exceção de Santa Catarina e Paraná, todos os demais estados já aderiram ao convênio e isentam a cobrança do ICMS sobre a energia produzida pelo próprio consumidor.

O secretário afirmou que o governo enviará ao Legislativo na próxima semana projeto de lei fixando a isenção da cobrança, uma exigência do Confaz. No documento de adesão ao Convênio 16/15 o governo catarinense fixa que a isenção se dará pelo prazo de 48 meses.

"É completamente injusto o cidadão pagar imposto da energia que ele próprio gera. Com a extinção do ICMS, o retorno do investimento feito pela pessoa que transformou o telhado da casa em uma usina de geração solar, por exemplo, será mais rápido. É uma medida que estimulará todo o setor da mini e microgeração. O governo abre mão de um lado, mas vai arrecadar mais com o aumento das vendas de equipamentos e serviços", afirma Dresch.

Durante a tramitação do projeto no Legislativo, o deputado afirma que irá debater o prazo de isenção que o governo quer fixar, pois considera quatro anos pouco tempo. Hoje no estado há 2,2 mil projetos de autogeração distribuída de energia solar.

AGROINDÚSTRIAS E COOPERATIVAS - Na reunião, Dresch e representantes da agricultura familiar e de cooperativas, também pleitearam a necessidade de um regime tributário diferenciado e simplificado para agroindústrias familiares. Eles defendem uma legislação nos moldes previstos no Simples Nacional, para a cobrança do ICMS, beneficiando empreendimentos com uma receita bruta anual de até R$ 3,6 milhões.

O objetivo é que as medidas facilitadoras, que devem ter foco também na questão ambiental e sanitária, façam parte de um pacote de medidas de estímulo ao setor produtivo que o governo pretende enviar ao Legislativo no mês de abril. Na foto o secretário da fazenda, Paulo Eli, entre cópia do documento de adesão do Estado a isenção do ICMS da autogeração de energia

Kleinubing em alta

O deputado federal João Paulo Kleinübing – que deixou o PSD e ingressou no DEM - foi um dos 14 deputados que mudaram de sigla no primeiro dia da janela para mudança de partido sem perder o mandato. E Kleinübing chega ao DEM vitaminado. Além de assumir a direção do partido, o ex-prefeito de Blumenau terá o papel de aglutinar apoios em torno de seu nome para a disputa do governo de Santa Catarina. Kleinübing chega ao DEM em um momento importante, quando o partido tenta se descolar do MDB e atrair alguns insatisfeitos. E até o governador Raimundo Colombo está entre estes.

Marketing digital

A empresa O2, considerada pelo Marketplace da Resultados Digitais uma das melhores para alavancar resultados em Marketing e Vendas no Brasil, estará em Caçador para um evento único. No dia 13 de março profissionais ligados a empresa farão uma palestra sobre Como utilizar as redes sociais para potencializar seu negócio”. A palestra será ministrada no Auditório da ACIC, às 19h.

Creche 

O Vereador Adriano Pares (PSDB) reapresentou nesta semana uma indicação feita no ano passado para que o Executivo estude a possibilidade de construir uma creche no Bairro Bom Jesus ou no Sorgatto. Ele explica que esta é uma necessidade dos moradores locais, visto que precisam se deslocar até o Bairro dos Municípios ou no Figueroa para deixar seus filhos. “Antigamente tínhamos a creche denominada Cebolinha, mas foi desativada. Com isso, há o transtorno de o serviço não estar perto do cidadão. Sabemos que esta obra que necessita de recursos, mas vamos unir esforços para buscar concretizá-la”, afirmou Adriano, salientando ainda que a instalação desta creche diminuiria a demanda nas demais.

Sem filtro (DCM)

Até aqui, o nome de Malucelli tem sido preservado, o que é altamente suspeito, já que, em Curitiba, é conhecida a sua amizade com o juiz Sergio Moro. O primeiro a tratar dessa relação foi o empresário Mário Celso Petraglia, que foi presidente do Atlético Paranaense.

Em 2014, Petraglia compartilhou em sua página no Facebook uma nota que associava Malucelli e Sergio Moro. Dizia a postagem: “Segundo informações de pessoas próximas à Operação Lava Jato, o informante do Juiz Federal Sérgio Fernando Moro nas investigações seria Joel Malucelli, suplente do Senador Álvaro Dias (PSDB-PR)”. Segundo Petraglia, Malucelli já era tratado de senador pelos amigos. A razão é que, pela articulação em curso, Malucelli assumiria o senado na hipótese de Aécio vencer as eleições. É que o empresário amigo de Moro é suplente do Álvaro Dias, na época cotado para ministro num hipotético governo do PSDB.

Audiência Simulada

A UNIARP, através do curso de Direito, preocupado com a formação de seus acadêmicos para a atuação no mercado de trabalho, realizou nesta quinta-feira (8) no Núcleo de Práticas Jurídicas uma Audiência Simulada. No evento, os acadêmicos desenvolvem um processo, passando por todo o procedimento do mesmo, desde petição inicial, conciliação, defesa do réu, audiência de instrução e sentença. Cada acadêmico atua em uma das funções, seja como autor, réu, advogado das partes, testemunhas, escrivão, juiz. São realizadas audiências nas áreas Civil, acompanhadas pela professora Jociane Machiavelli Oufella, Trabalhista acompanhadas pela professora Thiara Zen e Penal, acompanhas pelo professor Ricardo Emilio Zart. Estas atividades contribuem de forma relevante para a formação acadêmica e profissional dos futuros profissionais da área do Direito.

Osni Ribeiro Mello

Olá, eu sou Osni Ribeiro Mello, jornalista, administrador de empresas e Engenheiro Civil. Depois de ter passado pelos jornais: Gazeta Sul, Folha da Cidade e Informe e por todas as editorias. Atividades que consumiram 15 anos de minha vida e me deram muita experiência, resolvi que muito mais que dar a notícia eu apontaria os erros e as soluções. Pronto, virei colunista e instantaneamente odiado por escrever demais. De qualquer forma o portal www.diarioriodopeixe.com.br e o Jornal Extra resolveram apostar numa coluna de informações políticas e aqui estou tentando consertar o mundo e levando as notícias com uma pitada de humor e senso critico. Também mantenho o osnirmello.blogspot.com.br, blog onde divulgo as ideias que podem mudar o nosso mundo, ou não.

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2018. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.