Youtube Twitter Facebook Instagram

Segunda-Feira - 21.01.2019

O calor retorna a Santa Catarina nesta semana


MÍNIMA: 17º - MÁXIMA: 31º

Diário Rio do Peixe

Segunda-Feira - 21.01.2019

O calor retorna a Santa Catarina nesta semana


MÍNIMA: 17º - MÁXIMA: 31º

Colunistas

O que está acontecendo na Câmara Municipal de Videira?

A composição eleita com seis votos terá Nédio Martins como presidente; Carlos Demenek como vice-presidente; Edinei Menegon como primeiro-secretário e Albertina de Barros como segunda-secretária

24/12/2018 - 01:14:36
José Luís de Castro

Um amigo e ilustre Videirense perguntava, em rede social, o seguinte: O que está acontecendo na Câmara Municipal de Videira?

Referia-se, obviamente, à última sessão camarária (dia 18/12/18) e eleição  do novo Presidente da Câmara e Mesa Diretora para o ano de 2018/19, onde o candidato vencedor, por 6 votos a favor e 5 contra, foi eleito Presidente. 

Respondendo à pergunta, acho que o que está a acontecer em Videira é tudo o que o Prefeito Municipal queria (e quer), simples assim. A maioria dos vereadores municipais preferem estar do lado do executivo ao invés de representarem o povo (e quem os elegeu) e, desta forma singela, o poder legislativo ao invés de fiscalizar e propor leis para melhoria da vida das populações, está ao serviço e belo prazer do poder executivo. 

Assim se entende porque ao longo de 2 anos de mandato, já tivemos um decreto de calamidade pública (único no estado de SC), no período da paralisação dos caminhoneiros; um decreto abusivo (e ilegal) de aumento do estacionamento rotativo (depois revogado); uma decisão unilateral de mandar embora a Casan e recursos para criar uma (impreparada) Visan, autarquia sem meios ou pessoal para gerir a água; se decidiu extinguir o fundo municipal de saneamento básico, sem tratar dos esgotos; várias dispensas de licitação para tudo e nada (estudos de mobilidade urbana inclusive); decisões monocráticas a suspender obras, alterar as mesmas e reinaugurá-las para sabe-se lá quando e como; orçamento municipal alterado consecutivamente e assim vai.

Tirando a Expovideira este executivo municipal não deixará saudades. Videira merece mais respeito e verdade. Só acho. 

Fiquem bem, e desejo a todos sinceros votos de um feliz Natal e próspero Ano Novo. 

José Luís de Castro

José Luís de Castro

Advogado / Lawyer and Senior International Advisor (especialista em Direito Europeu e Direito Público e da Energia)

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2019. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.