Youtube Twitter Facebook Instagram

Quinta-Feira - 15.11.2018

Tempo muda ao longo da semana e dias de sol dão lugar à chuva


MÍNIMA: 14º - MÁXIMA: 24º

Diário Rio do Peixe

Quinta-Feira - 15.11.2018

Tempo muda ao longo da semana e dias de sol dão lugar à chuva


MÍNIMA: 14º - MÁXIMA: 24º

Colunistas

Nota de esclarecimento

O bispo citou a história de Dom Oscar Romero e Paulo VI, canonizados ontem pela Igreja, para falar de exemplo de seguimento do Evangelho, de vida, de justiça, de paz

15/10/2018 - 10:27:42 - Atualizada em 16/10/2018 - 11:01:15
Dom Frei Severino Clasen

Diante das repercussões da missa presidida por Dom Severino Clasen, ontem (14), na Catedral São Francisco de Assis, a Diocese de Caçador esclarece que em momento algum se utilizou de finalidades político-partidárias na celebração eucarística.

O bispo citou a história de Dom Oscar Romero e Paulo VI, canonizados ontem pela Igreja, para falar de exemplo de seguimento do Evangelho, de vida, de justiça, de paz.

A homilia foi uma reflexão do Evangelho do dia, que conta a conhecida história do Jovem Rico, que pergunta a Jesus o que precisa fazer para merecer o Reino de Deus, mas que prefere a “segurança” da riqueza e recusa o chamado de Jesus para seguí-lo! (Mc 10, 17-30), bem como um convite de Dom Severino para que todo cristão que recebeu o selo da fé, em sua Crisma abra o coração para a solidariedade e a paz e viva, de fato, a Boa Notícia anunciada por Jesus e tenha a vida eterna.

Reafirmamos ainda o nosso compromisso em defesa da vida e a orientação de que cada cidadão vote com liberdade e de modo consciente no segundo turno das eleições. A Igreja Católica não indica candidatos nem partidos políticos.

Dom Frei Severino Clasen

Ele nasceu em 1954, em Petrolândia (SC), foi ordenado padre em 1982 e bispo em 2005. Estudou Filosofia e Teologia em Petrópolis (RJ). Tem pós-graduação em Administração para a Organização do Terceiro Setor na Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP). Além disso, foi coordenador do Departamento de Santuários da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil e fez parte do Conselho Diretor do Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras), do Convento de São Francisco, em São Paulo.

Na 49ª Assembleia Geral da CNBB, dom Severino foi eleito presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, com um mandato de quatro anos.

Espalhe essa coluna:

© 2011 - 2018. Todos os direito reservados a Editora Rio do Peixe.